Caulifloria 9 de junho de 2020

PERGUNTA: As fotos que seguem são de uma planta de quintal em Nova Itaberaba-SC.
Laranja de umbigo de 20 anos, sem conhecimento concreto da origem.
Frutos sem sementes, com 13°Brix. Já colheram algumas frutas, mas é o primeiro ano que ocorreu este fato.
A região teve um período de estiagem durante o verão e início do outono.
Observa-se que houve florescimento e posterior frutificação bem próximo do tronco, causando impressão de uma falsa caulifloria. Lembro-me de já ter observado flores (em ramos curtos) em troncos e ramos grossos, mas não recordo de ter observado a fixação de frutos em ramos assim.

Na foto, temos:-Eng agr Gilberto Emilio Barella, especialista em Fruticultura, aposentado pela Epagri. (camisa azul claro) -Produtor Luiz Pértile, 90, anos do município de Nova Itaberaba-SC (suéter cinza e óculos)

A dúvida que trago é se o fenômeno é comum, tanto de florescimento como de “vingamento” de frutos? E quais motivos (climáticos) e causas fisiológicas poderiam resultar nisto?

 Pergunta enviada ao portal TodaFruta em 06/05/20202 por Dr. Rafael Roveri Sabião, Pesquisador em Fruticultura – Epagri – Chapecó-SC, Cepaf – Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar 

RESPOSTA: O evento que citou – caulifloria,  não  é  comum,  mas  já  ocorreu aqui perto  em  Luiz Antonio,  em  tangerina  há  alguns  anos. As causas devem ser climáticas ou fisiológicas, não se sabe ao certo. Provavelmente, deva ser uma resposta fisiológica às condições climáticas. Agradecemos por seu contato.  Atenciosamente, Prof. Dr. Luiz Carlos Donadio – professor aposentado da UNESP/Jaboticabal  – Equipe TodaFruta.