Brasil é grande produtor de banana, mas exporta pouco 11 de março de 2019 – Tags:

Em  artigo  recente  publicado na  Folha de S. Paulo (10/03/2019), sob o título “Brasil importou banana até da França e pagou quatro vezes mais por ela”, Mauro Zafalon e Tássia Kastner discutem  a  situação  da  banana  no Brasil, sua exportação e importação. Fato recente que destacam é a proibição da importação do Equador, devido a uma  doença  lá  existente  e  não  ocorrente  no  Brasil.

Nosso  país  é  um  dos  maiores  produtores mundiais, atrás apenas de Índia, China e Filipinas,  junto  com  o  Equador,  mas  os  dois primeiros não são grandes exportadores da fruta. As Filipinas exportam até para o Brasil, com 115 mil toneladas por ano. O Brasil, embora produza mais de 7 milhões de toneladas por ano, exporta  apenas  cerca  de  65  mil  toneladas, ou seja, menos de 1% da produção.  Nossos principais importadores são Argentina, Uruguai  e  Reino Unido, em pequena quantidade, mesmo sendo a União  Europeia  grande  importadora da fruta, com mais de 6 milhões de toneladas por ano.

O  mercado  mundial  de banana  é   muito   grande,  movimentando   cerca  de  8  bilhões  de  dólares  por ano,  com  grande crescimento na União Europeia.  A produção mundial chega aos 114 milhões de toneladas anuais.

Os  principais entraves às nossas exportações são: necessidade de melhorar a tecnologia de produção, reduzir custos, melhorar a colheita, o transporte e a qualidade  final  do  produto. Aliás, vale ressaltar que esses problemas também ocorrem com outras frutas produzidas no País.