Fruthos

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

O QUE VOCÊ PROCURA?


11/03 - ALÍVIO PARA A IRRITAÇÃO DA GARGANTA

11/03/2004 - Laranja Brasil (Consumer - Espanha)

É sabido que produtos alimentícios como leite ou ovos podem provocar crises de asma nas pessoas alérgicas; que o alho ou a cebola ajudam a combater a bronquite; e que as frutas e hortaliças, ricas em betacaroteno (pigmento que confere a cor amarelo-alaranjada), possuem um papel importante na prevenção do câncer de pulmão. Mas o importante é que alguns alimentos influem muito mais do que imaginamos em nosso aparelho respiratório.

Garganta irritada
A irritação da garganta e das vias respiratórias é um sintoma comum, especialmente nas crianças, e nos dias um pouco mais frios ou de grande alteração climática (noites quentes com queda da temperatura mais acentuada pela madrugada), que habitualmente se apresentam mais fortes pela manhã e vão melhorando na medida em que o dia transcorre. Há aqueles que notam mal-estar na garganta ao começo de cada resfriado, mas, da mesma forma que ocorre com eles, a maioria das irritações de garganta são causadas por infecções virais comuns, o que significa que não reagem aos antibióticos. Estas irritações podem ser resultado de infecções nasais ou paranasais, ou é a própria garganta que pode estar infectada.

O ar seco de inverno pode provocar em algumas pessoas o despertar com a garganta irritada, ainda que estes problemas geralmente desapareçam depois de beberem algum líquido. As pessoas fumantes e aqueles que manipulam ou inalam substâncias irritantes são mais propensas a apresentar estes sintomas. Síntomas que podem surgir depois de uma noite de festa, quando se fumou mais - ou se inalou o fumo das outras pessoas - e estar ingerindo bebidas geladas.

Alimentos que aliviam
A maioria das irritações leves de garganta desaparece de repente, e, como já foi dito, sem a necessidade de antibióticos. Para acelerar a melhora podem ser seguidos alguns conselhos, que ajudam a diminuir o mal-estar e a aliviar a tosse.

Fazer gargarejos várias vezes ao dia com água com sal (misturar meia colher de sal em um copo de água).

Os líquidos frios ou os gelados ajudam em alguns casos de irritação da garganta, exceto se estiver resfriado.

Balas (não as mastigáveis) para chupar ou pastilhas para a garganta, resultam muito refrescantes e incrementam a produção de saliva. Esta medida não deve ser aplicadas a crianças ou a bebês, pois encerram certo risco de afogamento.

Inalar a essência que exala a cebola crua ajuda a aliviar a tosse. São os compostos com enxofre os que conferem à cebola sua reconhecida ação expectorante e mucolítica, ou seja, que facilita a eliminação da mucosidade. Para aproveitar ao máximo suas virtudes é preferível usá-la crua, ou simplesmente inalar sua essência.

O alho cru compartilha com a cebola a virtude de atuar como antibactericida e mucolítico. Posto que sua essência é eliminada pela via respiratória em poucos minutos de ingestão, resulta excelente para o tratamento de infecções respiratórias.

Vegetais como a borragem (Borago officinalis) e o pepino são abundantes em emolientes, substâncias com ação emoliente (suavizante) das mucosas. O caldo destas plantas também resulta benéfico á saúde.

Cítricos
Tomar várias vezes ao dia um copo de água temperada com sumo de limão e uma pequena colher de mel, ou um copo quente de leite com mel. O mel exerce uma ação sedativa, anti-tosse e suavizante das mucosas das vias respiratórias; e o ácido cítrico, abundante no limão, potencializa a ação da vitamina C, e possui um notável efeito antisséptico e antibactericida. Por isto, ambos alimentos, tomados, combinados ou em separado, ajudam a aliviar o mal-estar da garganta, ainda que ao ingeri-los se perceba certo desconforto.



Envie essa notícia para um amigo.

Seu nome:    Seu e-mail:

Nome do amigo:    E-mail do amigo:

Mensagem(opcional):



COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário

Nome:

E-mail:


Comentário:



0 comentário(s):


Soloeste

Gráfica Santa Terezinha

Caliman

Multiplanta

Fruteza

Fruticultura

Funep

Revista Brasileira de Fruticultura